A coordenadora de Fiscalização do CRN-10, Laura Frischenbruder, esteve ontem (26/1) no encontro do Núcleo de Nutricionistas de Imbituba para realizar uma palestra sobre o Código de Ética e de Conduta do Nutricionista. O convite partiu dos integrantes do Núcleo, que é ligado à Associação Empresarial de Imbituba, assim como tem outros núcleos de profissionais e outros segmentos.
Durante a palestra, a coordenadora discorreu sobre os principais pontos que mais geram problemas entre os profissionais, esclareceu dúvidas e respondeu questionamentos dos participantes. “Esse tipo de atividade é importante para orientarmos os profissionais e eles podem multiplicar as informações em sua região”, comentou Laura Frischenbruder.

A conselheira Adriana Salum, diretora secretária do CRN-10, participou na noite desta quinta-feira (26/1)  do I Simpósio da Residência Multiprofissional do Hospital Municipal São José, em Joinville. Na oportunidade ocorreu ainda o 1º Encontro de ex-residentes deste mesmo Programa Multiprofissional. Adriana Salum contribuiu na palestra “A importância do residente para o serviço de saúde” junto com os representantes dos Conselhos Regionais de Enfermagem, Psicologia e Fisioterapia.

Cada representante teve uma fala e a conselheira do CRN-10 abordou a importância da Residência em Nutrição, evidenciando o trabalho multidisciplinar na atenção à saúde. “É sempre importante integrar os profissionais com os residentes, debater os desafios e as perspectivas para conseguirmos alcançar os resultados mais importantes, que é a qualidade no atendimento de saúde à população”, disse s diretora Secretária Adriana Salum.

Além dessa palestra com a presença dos conselhos profissionais, o evento também trouxe outros temas em mesas redondas e demais atividades, como a qualidade de vida no trabalho, a humanização das relações, a tecnologia no futuro, entre outros.

 

 

 

Confira a nota do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN) sobre a situação humanitária do povo Yanomami.

 

Clique aqui para ler o conteúdo na íntegra.

O Grupo de Trabalho sobre o tema também atua na elaboração de materiais educativos.

 

De 18 a 20 de janeiro, o Grupo de trabalho (GT) sobre Teleconsulta de Nutrição esteve reunido na sede do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), em Brasília (DF), para finalizar o processo de revisão da Resolução CFN nº 666, que disciplinou a teleconsulta como forma de realização de consulta de nutrição durante a pandemia de Covid-19. Além disso, o GT está elaborando um Manual Prático de Teleconsulta de Nutrição que auxiliará os nutricionistas no atendimento nesta modalidade.

“A nova resolução irá regulamentar a Teleconsulta como forma de realização da Consulta de Nutrição por meio de Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) e mantém a obrigatoriedade do Cadastro Nacional de Nutricionistas (e-Nutricionista) para Teleconsulta”, destaca Liliana Paula Bricarello, conselheira federal do CFN e coordenadora do GT.

Também fazem parte do GT as nutricionistas Anna Carolina Rego, conselheira do CRN-4; Lia Ferreira da Silva; Maria Cristina Bignardi, conselheira do CFN; Samanta Winck Madruga e Mariana Olival, assessora da Unidade Técnica do CFN.

Histórico

Diante do cenário da pandemia de COVID-19, o CFN agiu para publicar a Resolução nº 666 e implementar o e-Nutricionista, uma plataforma de Cadastro Nacional de Nutricionistas para Teleconsulta, com o objetivo de permitir ao cidadão, verificar se o nutricionista está devidamente habilitado e cadastrado para realizar a teleconsulta, bem como permitir a fiscalização profissional pelos Conselhos Regionais de Nutricionistas.

O CFN também lançou uma consulta pública, para saber a opinião dos nutricionistas sobre a continuidade da Teleconsulta em Nutrição quando for decretado o fim da pandemia. Assim, foi realizada uma consulta pública (de 29 de junho a 08 de julho de 2022), que contou com a participação de 17.392 nutricionistas de todo o Brasil, o equivalente a 9,3% do total de profissionais inscritos. Dos participantes da consulta pública, 97,3% foram favoráveis pela continuidade da Teleconsulta em Nutrição.

Em outubro de 2022, a autarquia divulgou o Parecer Técnico do Grupo de Trabalho sobre Teleconsulta de Nutrição. Agora, após contribuição dos Conselhos Regionais de Nutricionistas e aprovação do plenário do CFN, uma nova Resolução será publicada em breve, substituindo a atual.

A Presidente do CRN-10 Vânia Passero e a Diretora Tesoureira Carla Galego participaram nesta sexta-feira (13/01), em Brasília (DF), do Fórum de Presidentes na sede do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN).
Nesta reunião estiveram conselheiros federais e representantes de todos os Regionais do Brasil para debater questões em prol da valorização profissional, da articulação política e planejamento das atividades para o ano de 2023 do Sistema CFN/CRN.

Nos doze meses de 2022, a equipe de Fiscalização do Conselho Regional de Nutricionistas da Décima Região (CRN-10) esteve em todas as regiões do Estado, totalizando 688 visitas em 42 cidades catarinenses, 52 visitas a mais do que as 636 que haviam sido planejadas no início do ano.

De janeiro a maio a equipe contava com duas nutricionistas fiscais e de junho a dezembro mais uma foi contratada, ficando então três nutricionistas fiscais para realização do trabalho, que é a orientação e fiscalização do exercício profissional de nutricionistas e técnicos em nutrição e dietética; coleta ou atualização de dados; identificação de situações que caracterize infração; verificação de fatos apontados em defesa ou recurso, podendo ser demandada de rotina, para diligência e por denúncia.

“Nossa atividade exige planejamento prévio para podermos atender todas as regiões mas também temos as demandas de denúncias que vão sendo incorporadas ao longo das ações, dependendo da urgência de cada caso”, explica a Coordenadora do Setor de Fiscalização do CRN-10, nutricionista Laura A. Frischenbruder.

As cidades visitadas foram: Águas Mornas, Araquari, Balneário Piçarras, Barra Velha, Biguaçu, Blumenau, Bom Jardim da Serra, Brusque, Capivari de Baixo, Chapecó, Ermo, Florianópolis, Gaspar, Governador Celso Ramos, Guatambu, Jaguaruna, Joinville, Lages, Laguna, Lauro Muller, Orleans, Otacílio Costa, Palhoça, Palmeira, Passo de Torres, Pedras Grandes, Penha, Pescaria Brava, Praia Grande, Rio do Sul, Sangão, Santa Rosa do Sul, Santo Amaro da Imperatriz, São João do Sul, São Joaquim, São José, Timbé do Sul, Treviso, Treze de Maio, Tubarão, Turvo, Videira.

O Conselho Regional de Nutricionistas da Décima Região (CRN-10) repudia as invasões aos prédios públicos realizados neste domingo (8/1), o que resultou em depredação do patrimônio que pertence a todos os brasileiros e que significa um ataque à democracia do país.

O Congresso Nacional, o Palácio do Planalto e a sede do Supremo Tribunal Federal foram  invadidos e saqueados por vândalos e estes crimes devem ser investigados, responsabilizados e punidos na forma da lei.

Como autarquia federal que atua para garantir o exercício legal da profissão de Nutricionista em defesa da sociedade, temos o compromisso com o Estado Democrático de Direito e defenderemos sempre a Constituição e os fundamentos da República Federativa do Brasil.

Decisão foi publicada na edição especial do Diário Oficial da União do dia 1º de janeiro.

O Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea) está de volta. A informação foi confirmada com a publicação da edição especial do Diário Oficial da União (D.O.U), no dia 1º de janeiro de 2023. Compete ao Consea a função de assessorar o Presidente da República na formulação de políticas e na definição de diretrizes para a garantia do direito humano à alimentação, e integrar as ações governamentais com vistas ao atendimento da parcela da população que não dispõe de meios para prover suas necessidades básicas, em especial o combate à fome. As regras para o funcionamento do colegiado ainda serão definidas em ato do Poder Executivo Federal.

Na avaliação do nutricionista e presidente do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), Élido Bonomo, a volta do Consea é fundamental para promover o debate e buscar soluções para os problemas de segurança alimentar no Brasil. “O Consea tem o poder de influenciar a Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional, que promove o diálogo entre os ministérios. O ano de 2023 será de extrema importância, no resgate das políticas públicas para superação da fome. É uma grande vitória dos movimentos sociais o retorno do Consea na perspectiva da representatividade e do restabelecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan)”.

A presidente do CRN-10, Vânia Passero, também comemorou a volta do Consea: “É primordial termos o Conselho para que o tema seja considerado prioridade na implementação de políticas públicas e de forma transversal ao envolver vários órgãos do governo federal”. Vânia integra o Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável de Florianópolis (Comseas), cuja presidente é a nutricionista Aline Salami, também conselheira do CRN-10.

Sobre o Consea

O Consea é um espaço institucional para o controle social e participação da sociedade na formulação, monitoramento e avaliação de políticas públicas de segurança alimentar e nutricional, com vistas a promover a realização progressiva do Direito Humano à Alimentação Adequada, em regime de colaboração com as demais instâncias do Sisan. Possui caráter consultivo e dentre as atribuições, deve propor à Câmara Interministerial de Segurança Alimentar e Nutricional (Caisan) as diretrizes e prioridades da Política e do Plano Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional com base nas deliberações das Conferências Nacionais de Segurança Alimentar e Nutricional.

Estamos encerrando mais um ano de atividades do Conselho Regional de Nutricionistas da Décima Região (CRN-10).
Olhamos para trás e vemos o quanto foi difícil superar quase dois anos de pandemia, com indefinições, expectativas e tantas mudanças repentinas nos processos e no dia a dia. Em 2022 conseguimos avançar e retomar muitas ações. E agora em 2023 podemos olhar para frente e vislumbrar perspectivas de mais avanços, com políticas públicas que permitam a segurança alimentar para toda a população.
Aproveitando o momento, sugerimos uma comemoração leve, saudável e que promova o bem estar de todos, inclusive sem crueldade animal com receitas especiais para esta data.
Confira uma receita e para acompanhar que tal beber uma kombucha com frutas picadas como drinque?
Boa confraternização!
Assado de Lentilha

Ingredientes:

Para o assado:

250 g de lentilhas;
1/2 xícara de vinho tinto seco;
1 cebola;
2 dentes de alho;
2 folhas de louro;
1 colher (chá) de alecrim;
1/2 xícara de shoyu;
Sal a gosto;
1/2 colher (chá) de pimenta-do-reino recém-moída;
1/4 xícara de cheiro-verde picado;
1 xícara de aveia em flocos finos;
1 colher (sopa) de azeite;
100 g cogumelos paris frescos;
50 g cogumelos shitake;
Óleo para untar.

Para o coulis de tomate:

8 tomates maduros;
2 folhas de louro;
Folhas de 1 ramo de manjericão lavadas;
2 colheres (chá) de açúcar mascavo;
2 colheres (chá) de sal;
1/2 colher (chá) de canela em pó;
1 colher (chá) de orégano;
2 colheres (sopa) de suco de limão.

Preparo:
Deixe a lentilha de molho no vinho com 1 xícara de água quente. Junte a cebola cortada em 4, os dentes de alho, as folhas de louro e o alecrim por cerca de 1 hora. Leve ao fogo e cozinhe até que o caldo seque e as lentilhas estejam macias. Se necessário, acrescente mais água. Processe a lentilha cozida com os temperos, adicione o shoyu, sal, a pimenta e o cheiro-verde, obtendo uma massa uniforme. Transfira para uma vasilha, junte a aveia e reserve. Refogue os cogumelos no azeite por 5 minutos, retire do fogo, pique e junte-os à massa de lentilhas. Despeje a massa em uma forma de bolo inglês untada com óleo e asse em banho-maria, em forno pré-aquecido (200º C) por 50 minutos. Enquanto isso prepare o coulis, pique os tomates, coloque-os em uma panela, adicione 1/2 xícara de água e todos os demais ingredientes. Cozinhe em fogo baixo por 1 hora e depois passe por uma peneira, apertando com o dorso de uma colher. Sirva sobre o assado de lentilhas, acompanhado de salada de folhas verdes.

Rendimento: 12 porções